Suspensão

O sistema de suspensão é responsável pela estabilidade do automóvel e tem a função de absorver todas as irregularidades do solo e evitar que trancos e solavancos incomodem os usuários. O sistema compreende o conjunto de todos os componentes mecânicos que se articulam e unem as rodas do veículo à carroceira.
Há cinco componentes essenciais no sistema de suspensão, são eles:

  • Molas.
  • Amortecedores.
  • Barras estabilizadoras.
  • Pinos esféricos (pivôs).
  • Bandejas de suspensão.

Recomenda-se que a manutenção da suspensão seja feita regularmente ou quando surgir algum problema entre os intervalos de revisão. Geralmente, esse intervalo acontece a cada 5.000 km, quando é sugerida uma avaliação no balanceamento das rodas. Aproveite e faça uma revisão na suspensão.
Um veículo sem molas e amortecedores é desconfortável para seus usuários, com vibrações no carro e ruídos no painel, principalmente em pisos irregulares. Fortes impactos podem ocasionar danos e ocasionar trincas na estrutura do automóvel, comprometendo sua vida útil.
Os amortecedores limitam oscilações no veículo, tornado a dirigibilidade muito mais segura e estável. Contudo, a continuidade do trabalho provoca desgaste no amortecedor. Portanto, fique atento. A vida útil do amortecedor é longa, mas aos 40.000 km faça uma revisão preventiva. Caso necessário, providencia rapidamente sua substituição.
Além dos amortecedores, certifique-se que os seus acessórios e componentes (coifas de proteção da haste, batentes e os coxins) estejam em ordem, pois eles também sofrem desgastes.
O sistema de suspensão influi diretamente no comportamento do veículo e pode provocar:

  • Desgaste irregular dos pneus.
  • Ruídos indesejáveis.
  • Descontrole do veículo.

Location

BIGtheme.net Joomla 3.3 Templates